Vamos falar sobre o poder das garotas?

Por Tamara Mendonça**

O dia internacional das mulheres já virou um mês e nós esperamos que vire o ano inteirinho de ações de representatividade. Várias ações começaram já na semana passada e o dia 8 de março marcado por mulheres se fortalecendo. A data felizmente passou de um dia em que falávamos de delicadezas para falarmos do girl power! E é o que precisamos constantemente, lembrar ao mundo e a nós mesmas do nosso poder e de tudo que podemos. Através da Zás tive a oportunidade de conhecer várias mulheres incríveis e escolhi três delas para inspirar vocês também!

  • Flávia Carvalho: Ouvi uma vez que coragem é uma hélice no peito, isso é o que faz Flávia voar. Com toda a sua competência e muita vontade de fazer dar certo, abriu mão de um emprego excelente em uma multinacional para assumir um papel importante numa entidade do Terceiro Setor. Ela inspira e fortalece outras mulheres por aí. Uma energia tão contagiante que a gente quer ter sempre por perto! Cresceu com um espelho forte, um exemplo chamado mãe, a mulher que a carregou com os seus irmãos, sozinha, sem se limitar por obstáculos, incertezas e preconceitos. A confirmação de que juntas somos mais fortes!

  • Olga Durães: Uma mulher que consegue combinar a doçura e a coragem em doses que se equilibram. “Uma garota dando outro significado para a esclerose múltipla”, doença que ela descobriu em 2016, aos 28 anos. Um momento para resignificar tudo, perceber a impermanência das coisas e fazer do limão uma limonada bem refrescante. Sem fórmulas mágicas é claro, Olga encontrou na meditação um apoio, uma forma de ser mais consciente de sua vida e de deixar tudo mais leve. Funciona tanto na prática que ela agora inspira muitas outras pessoas a viverem de forma mais gentil, consciente, presente e focada. Uma voz doce, uma profissional dedicada, uma pessoa encantadora  e um sorriso que espalha muita luz por onde ela passa!

  • Isabel Correa: Mulher sinônimo de resiliência e muito estilo. Uma angolana determinada que adotou o Brasil há mais de 30 anos como alternativa à guerra civil em seu país de origem. Aos 17 anos ficava apavorada por sangue, mas já tinha a força e a resistência do imbondeiro, árvore negra símbolo da África. Características que a levaram por caminhos admiráveis: tornou-se médica, cirurgiã, especialista em nutrição e professora titular no Departamento de Cirurgia da UFMG. Apaixonada por pessoas, gente de todas as raças, credos, interesses e escolhas, Isabel é prova de que a miscigenação é um dos encantos do mundo.

Precisamos nos lembrar das mulheres que nos cercam, incentivando voos e aprender a voar também! Essas são apenas três das mulheres maravilhosas que passam por aqui diariamente!  Ser mulher já é uma aventura por si só e nossas conquistas são plurais. Para algumas é a carreira, para outras, as artes, os estudos, a família, a saúde, a liberdade, os amigos, o amor ou tudo isso junto e ao mesmo tempo. As possibilidades são infinitas, não se esqueçam!

**Tamara Mendonça é formada em design de moda e tem se especializado em moda consciente. Como boa geminiana que é leva sua resiliência e mente aberta por onde passa.

Sem Respostas sobre “Vamos falar sobre o poder das garotas?”

Você precisa estar Logado para postar uma opinião.