RECIPROCIDADE!

 

Muito bom dia meninos e meninas!

Hoje eu queria falar com vocês sobre reciprocidade. Coisa rara nos dias atuais. Para mim reciprocidade e empatia deveriam andar juntinha, coladas. Tanto nas relações amorosas, sociais quanto nas fraternas. É preciso que a gente procure entender ou pelo menos, tentar compreender o outro.

Dar e receber atenção, toque, presença, abraço e energia positiva. Quando isso é unilateral causa sofrimento em um lado. Há quem bote a boca no trombone e reclame, mas há aqueles que guardam e aí a boca não fala e o corpo sente, somatiza e paga a conta.

Sempre que puder coloque-se no lugar do outro; pense se sua atitude é bacana, se você gostaria de ser tratado desta forma. Faça uma pergunta sincera para si e se a resposta for sim, acredito que você esteja no caminho certo. Se a resposta for negativa, acenda o pisca-alerta, pare, reflita e mude sua atitude.

Uma grande cantora chamada Nina Simone (não é do meu tempo, mas dê um google se você não conhece), disse algo muito sábio. “Você tem de aprender a levantar-se da mesa, quando o amor não está mais sendo servido”.

Relacionamentos são feitos para nos acrescentar sentimentos e atitudes boas, nos inspirar, nos fazer transbordar positividade. Se não for assim, sem menor cerimônia, levante-se da mesa.

Uma boa semana!

Blog- Flávia 02

** Flávia Costa: “Graduada em Gestão de Recursos Humanos com especialização em Captação e Fidelização de Clientes. Mãe, canceriana, sonhadora, amiga leal e metida à escritora e que acredita que felicidade é verbo que deve ser sempre conjugado no presente!”

Uma Resposta sobre “RECIPROCIDADE!”

Você precisa estar Logado para postar uma opinião.

  1. Clô Guimarães

    Perfeito e lindo!