Falando de poesia

Por Fernanda Mello**

Escrever, para mim, é meu melhor exercício. De autoaprendizado. De humildade. De aceitação. É minha terapia gratuita, tendo – como psicóloga – a mais travessa das filósofas: a literatura.
Por isso, quando as letras surgem… Bom, deixo que elas me levem! Aonde eu vou chegar? Não sei. Mas, não importa. De mãos dadas com as palavras, espero que eu consiga, de alguma forma, encontrar respostas para minhas eternas perguntas ou – quem sabe? – descobrir um pouco mais sobre mim. O que já vale, na minha opinião, um bom texto. Ou minha vida.

(Palavras, eu nos declaro, marido e mulher.)

Blog Zás: moda, comportamento e cultura!

Foto: Juliana Vaz

**Fernanda Mello: E quem eu sou? Bom, eu sou letra. Música. Paz. Amor. Palavras. Gatos. Uma pá de tatuagens espalhadas.  E muito rock´n roll! Para ser mais exata (ou, para quem não me conhece): meu nome é Fernanda Mello, sou escritora e compositora e vou estar aqui, no blog da Zás, escrevendo sobre o amor. A vida. E o feminino. Espero que curtam!

Sem Respostas sobre “Falando de poesia”

Você precisa estar Logado para postar uma opinião.