Batom vermelho é uma questão de atitude

Por Dani Souza**

Foi em um estacionamento, em meio a uma despedida, que descobri que batom vermelho é uma questão de atitude. Entre abraços e lágrimas contidas, um pequeno cartão que continua o peso de todas as palavras encorajadoras do mundo me foi entregue. Nele estavam escritas as seguintes palavras: “Ponha um batom vermelho e vá dominar o mundo”.

Não é que apenas com batom vermelho se conquiste o mundo, veja bem, esse não é o caso. Mas diante dos olhos daquela que me deu o cartão, era de batom vermelho que ela me via crescer e ser a mulher que ela conseguia enxergar todos os dias, mas eu não.

Era de batom vermelho que ela me via sair de casa confiante em mim mesma, com uma atitude positiva que deixava todos ao meu redor mais alegres. Era de batom vermelho que eu saía para fotografar, para me divertir ou para apresentar trabalhos importantes. E, se é nessa cor que eu encontrava minha fantasia de super heroína, era nela que ela queria me ver todos os dias.

Foi assim que descobri que a atitude do batom vermelho era a melhor pra mim, independentemente da cor nos meus lábios. Essa amiga, de quem tanto sinto falta, me fez acreditar que posso tudo desde que acredite o bastante. Ela me fez entender que todo dia é dia de usar meu melhor batom vermelho. Este é o meu cartão pra você, domine o mundo! Qual a sua melhor cor?

**Daniela Souza é mineira, jornalista e tem 1/4 de século de experiência em viver e deixar viver. Apaixonada por moda, arquitetura, política, ciência e nerdices. Dona do @ssouza_dani no Twitter e no Instagram.

Sem Respostas sobre “Batom vermelho é uma questão de atitude”

Você precisa estar Logado para postar uma opinião.